As escutas estão rolando!

O projeto aceita!, lançado na Universidade Federal da Bahia no último dia 19 de outubro, que pretende propor políticas para o respeito à diversidade sexual e de gênero na UFBA, começa, no próximo dia 13, a realizar rodas de escuta nas unidades da instituição. Inicialmente as rodas devem ser compostas apenas por estudantes de qualquer curso ou nível. O objetivo é que as pessoas relatem casos de discriminação motivados por gênero e/ou sexualidade dentro da UFBA e que proponham ações concretas para impedir que novas situações similares aconteçam nas dependências da universidade. Não é necessário realizar inscrição prévia para participar das rodas de escuta. Com base nessas informações e sugestões, a equipe do aceita! irá propor uma série de ações para a UFBA.

Vejam onde e quando ocorrerão as primeiras rodas de escuta:

13 de novembro, PAF I, 17h, sala 208.

14 de novembro, PAF3, 17h, sala 208

22 de novembro, São Lázaro, 12h, sala 2 do NEIM

23 de novembro, Politécnica, 10h, sala 06.03.03, 6º andar

29 de novembro, Faculdade de Direito, 11h, Sala da Congregação

30 de novembro, Faculdade de Educação, 11h, sala Térreo e 17h no auditório 1 (OBS: realizaremos duas rodas no mesmo dia na Faced)

6 de dezembro, Faculdade de Economia, 11h, Sala da Congregação

7 de dezembro, Faculdade de Comunicação, 10h30, Sala do Aceita – 1º andar da ala nova da Facom

13 de dezembro, Instituto de Geociências, 16h, sala 113-A

14 de dezembro, Enfermagem, (horário e sala a definir)

Em breve divulgaremos o calendário das escutas a serem realizadas em janeiro de 2018.

O projeto aceita! inicialmente realizará essas rodas de escuta em toda a comunidade acadêmica para dimensionar a variedade dos problemas enfrentados por docentes, discentes, técnicos-administrativxs e tercerizadxs em relação aos preconceitos causados pela falta de respeito à diversidade sexual e de gênero na UFBA. Essa escuta também está sendo realizada através de um formulário eletrônico disponível neste site.

O projeto tem apoio da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (PROAE) e também tem como objetivo contribuir para a elaboração de um protocolo institucional contra as violências de gênero e sexualidade na UFBA, de modo a contemplar medidas de prevenção, sensibilização, divulgação e intervenção em casos de denúncias.

Mais informações sobre o projeto em:

https://www.facebook.com/Projeto-aceita-282457352248448
https://www.instagram.com/aceitaufba/
Contatos: aceitaufba@gmail.com

Hoje, quinta-feira 19/10, iniciamos com festa e trabalho!

Propor políticas para o respeito à diversidade sexual e de gênero na Universidade Federal da Bahia. Esse é o principal objetivo do projeto aceita!, que será lançado na próxima quinta-feira, dia 19 de outubro, às 16h, na Praça das Artes, no campus de Ondina, em Salvador. O lançamento contará com falas de diversas autoridades da UFBA, de coordenadores do projeto e performances artísticas. Além disso, no local será montado um estande da Defensoria Pública da Bahia para realizar um mutirão para a retificação de nome e sexo nos documentos de travestis e transexuais (ver abaixo dos documentos necessários).

O projeto aceita! inicialmente realizará uma escuta em toda a comunidade acadêmica para dimensionar a variedade dos problemas enfrentados por docentes, discentes, técnicos-administrativxs e tercerizadxs em relação aos preconceitos causados pela falta de respeito à diversidade sexual e de gênero na UFBA. Essa escuta será realizada através de um formulário eletrônico e de grupos focais nas unidades da Universidade. Após essa escuta, o grupo irá propor uma série de ações para uma política de respeito à diversidade sexual e de gênero na UFBA.

O grupo é coordenado pelo professor Leandro Colling (IHAC) e pelas professoras Graciela Natansohn (Facom) e Maíra Kubik (NEIM), junto com mais nove bolsistas (Leandro Stoffels, Rosângela Maria Batista, Victória Santana, Samira Soares, Izzadora Sá, Crisângelo Cerqueira, Ariane Senna, Bruna Souza Jacob e Malayka SN) e uma voluntária ( Rebeca Sousa).

O projeto tem apoio da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (PROAE) e também tem como objetivo contribuir para a elaboração de um protocolo institucional contra as violências de gênero e sexualidade na UFBA, de modo a contemplar medidas de prevenção, sensibilização, divulgação e intervenção em casos de denúncias.

O evento de lançamento do projeto contará com apresentações e performances artísticas diversas comandadas pela drag Malayka SN. Já estão confirmadas as apresentações da banca Transbatukada, composta por pessoas trans, e das artistas Rosa Morena, Amanda Moreno, Petra Perón, Rozin Daltro, Loren Tava, Kaysha Kutner, Cia Versátil, Ah Teodoro e Yuri Tripodi.

Mais informações sobre o projeto em:
https://www.facebook.com/Projeto-aceita-282457352248448
https://www.instagram.com/aceitaufba/
Contatos: aceitaufba@gmail.com